Penso, logo…

Salve, Runners!
Tenho recebido muitos inbox tanto na fan page do blog quanto no pessoal de pessoas perguntando o por que do blog estar tão quieto ultimamente. Vamos lá:
De outubro ao final de novembro eu estava FODIDO de compromissos de segunda a segunda – isso na minha vida profissional e acadêmica. Não tinha tempo pra gravar e muito menos pra editar o vídeos. Só conseguia subir as novidades das marcas e olhe lá.
Passada essa tempestade, me concentrei em retomar tudo de onde eu havia parado e manter um padrão; com o Notícias Corrida, com o Teste 4Fun, os reviews da prova em vídeo e outros projetos que eu tenho para o blog para deixar você, querido e querida seguidor e seguidora, sempre bem informados. Pois bem, mas ao contrário do que vocês pensam, os bastidores do mundo “web running” não são lá àquelas maravilhas.


Temos sim muita gente do bem, legal, que pensam em ajudar os outros (e outras). Mas temos também muitas intrigas desnecessárias, gente achando que está sobre as outras, provocativas e com o ego mais inflado que o boneco da Michelin. E o que tudo isso tem haver com o blog ficar em Off? Tudo.

Isso tudo vai causando um certo desanimo no nego aqui. Desde que eu criei o C4F a minha intenção foi de levar informação as pessoas que tinham diversas dúvidas sobre corridas, provas e acessórios mas não achavam nada especifico sobre. Ai nasceu o CORRIDA FOR FUN; corrida por diversão, para falar como foi prova X, como funciona tênis Y e como é correr de forma Z. Nunca quis receber inscrição para essa prova X, nem receber na faixa esse tênis Y. A minha intenção sempre foi (e será) ajudar o próximo; seja a pessoa que corre há 50 anos ou a quem começou há 50 minutos. Essas coisas vieram com o tempo e com algo muito legal chamado RECONHECIMENTO!

Mas ver essas brigas nos bastidores e vontades de “serem os melhores” vai batendo um bode gigante. E eu ainda tenho que ouvir de algumas pessoas “Nossa, que fácil é ter um blog. Só falar besteira e ganhar inscrição e ganhar troféu na categoria imprensa e tênis. Vou criar um.”. A internet é um território sem donos, faça o que quiser, amigão. Mas faça de forma coerente e de confiança. E esse é outro problema: os pseudo-entendedores que se acham a elite da corrida (tanto em história quanto em pace) e acham que são demais. Não. Não é assim meu caro.
Vi nego achando ruim as superações dos mais fracos, vi gente brigando por que não foi “convidada” para evento, vi gente reclamando por coisas muito banais.

OFF TOPIC: Só pra informar quem ainda não sabe, eu não sou jornalista de formação, sou publicitário. Mas tenho a mesma missão: a de informar com integridade total sem causar.

Ai junta TUDO ISSO numa mente louca como a minha e aí eu me pergunto: “Estou no caminho certo?”, “Será que isso é pra mim?”, “Eu estou realmente ajudando alguém?”.

Eu, particularmente falando, vivo num cenário desfavorável: homem, 23 anos (novo para o padrão dos corredores) e sem muita influência. Quem eu posso estar ajudando? Quem estará prestando atenção aqui a não ser os Haters?

E tanta coisa vai deixando você sem gás (como já deixou alguns outros amigos).
Nego vivendo do passado, nego vivendo do nome, nego vivendo do super Instagram.
Mas enquanto eu tinha essas epifanias sobre o futuro do C4F eu recebia de você, leitor, leitora, amigo e amiga, as mensagens para continuar.
Ouvir de pessoas que se inspiram em mim pra fazer uma maratona (pra quem não sabe minha saga Rio-SP, em breve no blog), na luta contra a balança (não pensem que sou magro por ser sadio, eu também travo lutas com a balança), sempre buscam meus vídeos sobre os tênis e as Notícias. E isso é o que vai me fazer continuar (outra parte chamada RECONHECIMENTO). Obrigado a vocês que acreditam no meu trabalho aqui no C4F, pode ter certeza que tudo isso é mais para você do que pra mim. Eu listaria todas as pessoas que mandaram essas mensagens, mas realmente foi muita gente. E vocês estão aqui <3!

Aos amigos bloggers, os verdadeiros sabem quem são (na verdade estão na coluna aqui do lado e outros no meu coração, mas sabem quem são :D). Aos que criticam ou só olham pra trás: pra frente é que se anda. Mudanças são necessárias e pensar no próximo é preciso. De verdade. Humildade acima de tudo.

2015 será um grande ano – tão bom quanto foi 2014. O C4F estará cheio de novidades para os leitores (e juro que vou manter a regularidade das coisas).

Por isso, quanto o blog existir, você leitor (a) será a prioridade máxima.

Mas enquanto eu vejo essas brigas e criticas desnecessárias eu…


Cheers! o/

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s