Ser fitness não é sobre ser melhor que alguém. É sobre ser melhor do que você era!

Salve, Runners!
Nós corredores sabemos como é difícil começar uma vida “saudável” pra quem sempre teve uma vida sedentária. Hoje em dia a corrida acabou se tornando uma porta de entrada para essa vida, e muito além disso, as redes sociais têm colaborado muito com os perfis “fitness”, mas até onde isso é bom? O que realmente é ser “fitness”?


Levei muito tempo para fazer esse post por que ele é um pouco “polêmico” e direto. Sem massagem. Pra acordar uma galera.

Sou o cara que sempre foi contra a “camarotização” do “ser fitness”: Pugliesi, Barbato e companhia; pessoas que mostram uma vida bela, linda e perfeita, de camarote em eventos, fazendo exercícios mirabolantes, com o corpo “perfeito” e etc. Esses personagens (sim, os considero personagens) tem inspirado as pessoas a terem uma vida mais saudável, mas isso só é positivo até a página dois. Muitas dessas pessoas não procuram melhorar a si mesmo, e sim ser mais um personagem dessa camarotização.


Você se inspirar em alguém é ok, mas você querer ser melhor que a sua ‘motivação’ é errado. Aí que eu entro em um segundo ponto importante nesse post: você não precisa de motivação, você precisa de dedicação.



Eu sempre fui aquele menino mirrado, magro, sem músculos e corcunda. No termo genético, o ectomorfo – difícil de ganhar peso com pernas e braços longos, pequena porcentagem de gordura corporal e como eu disse, com poucos músculos. Por conta desse físico eu sempre pratiquei esportes que não exigissem muito de trabalho muscular e sim de técnica (como o skate, o parkour e até o basquete), mas a corrida de rua foi o portão de entrada para a “Casa Fitness” e me motivou a ter um corpo “melhor” PRA MIM, Ricardo Amorim. Mas a motivação não é tudo; se eu queria evoluir eu teria que me dedicar.


Agora um breve momento de narcisismo (o que eu não curto muito, mas pra exemplificar):

Após correr a Golden Four do Rio no começo do mês passado, eu recebi diversas mensagens de amigos e conhecidos que ficaram surpresos com o meu ‘porte físico’. Uma breve comparação:

Alguns dias atrás um amigo meu me perguntou "Cara, há quanto tempo você corre?", e eu respondi que há dois anos. Na seqüência ele me perguntou há quanto tempo eu treinava (musculação), e eu respondi que o mesmo tempo de corrida. Então ele fechou com uma piada: "Para, que não tá adiantando nada!" Procurei alguma foto minha e achei exatamente da minha primeira prova (à esquerda) e comparei com essa minha foto de 1 semana atrás pós maratona. O que me separa entre uma foto e outra? Exatas 50 provas, mais disciplina, mais pique e o ganho de 9 kgs (na primeira eu tinha 60). Eu não sou de postar esse tipo de foto no IG (mesmo pq eu tenho vergonha 😳😳😳) mas é legal ver – por mais imperceptível que seja – a minha evolução. Eu travo uma luta negativa com a balança: sou ectomofo ou mais conhecido como "magro de ruim" e tenho uma facilidade ABSURDA pra perder peso (um exemplo é que se eu ficar 1 mês sem treinar eu perco facilmente 2kgs ou mais), e juntando com o fato de eu treinar meus músculos para resistência e não para explosão (o que causa o crescimento deles), eu sempre vou aparentar magreza. Mas mesmo assim, minha intenção não é ser grande, nem um 'monstro', mas apenas manter o meu bem-estar (e voar baixo 😜😜)! 💪💪👊👊 #Corrida4Fun

A post shared by Ricardo Amorim (@dontrakinas) on



Foto da G4 RJ:

Esses dias eu li um texto INTERESSANTÍSSIMO no Wisdomination

que explica exatamente isso (para ler o texto traduzido clique AQUI): você não precisa de motivação, você precisa é de disciplina, e foi o que aconteceu comigo: me disciplinei aos treinos, não busquei somente motivações. Com isso eu não me preocupava com os meus resultados e evolução, isso se tornou uma coisa constante. Sem decepções ou pressão. Então o reconhecimento, evolução e as mudanças serão consequências e não somente um objetivo. 


Muitas pessoas se motivam em ser que nem aquela personagem, mas poucos se dedicam para serem melhores do que ela, ou melhor, se dedicam para serem melhores do que eram.

Como é dito no texto, a motivação tem prazo de validade.

“A motivação é como dar corda manualmente numa manivela pesada para através disso obter uma grande força instantânea. No melhor dos casos, ela armazena e converte a energia para uma finalidade particular. Há situações onde ela é a atitude correta, exceções em que ficar superanimado e armazenar um montão de energia mental de antemão é o melhor a fazer. Corridas olímpicas ou fugas de prisões seriam casos assim. Mas fora esses casos limítrofes, ela é uma base terrível para o funcionamento regular cotidiano, e para qualquer coisa que exija resultados consistentes em longo prazo.
Em contraste a isso, a disciplina é como uma máquina que uma vez colocada em funcionamento, na verdade passa a fornecer energia ao sistema.A produtividade não exige nenhum estado mental. Para resultados consistentes em longo prazo, a disciplina supera em muito a motivação, de fato a disciplina acaba correndo ao redor, humilhando a motivação. 
Em resumo, a motivação é tentar encontrar aquela vontade de fazer as coisas. Disciplina é fazer mesmo se não se tem vontade.Você se sente bem depois.”

Agora, ao título do post: ser fitness não é ser sobre melhor que alguém, ser melhor que algum personagem ou ser melhor que o cara/mina da academia. Ser fitness é ser melhor do que você era, ser melhor do que você achou que nunca seria, ser melhor que suas dificuldades.

Se você tem dedicação, parabéns, nada será barreira para você, pro seu corpo e nem para sua mente. Agora se você só faz as coisas com uma motivação, uma hora você falhará e irá se decepcionar consigo mesmo.


Não queira ser melhor que ninguém. Seja melhor do que você era.


Cheers! o/

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s